Octo

Queijos e vinhos: por que a combinação deu tão certo?

queijos e vinhos
Para incrementar as ações de engajamento em tempos de pandemia, dentre as quais os eventos que migraram do presencial para o online, levando gestores e empreendedores a buscar propostas criativas para manter o comprometimento dos colaboradores em alta, nada melhor que apostar em kits especiais como forma de incentivo e agradecimento.
Os kits com queijos e vinhos são excelentes opções, por se tratarem de uma combinação com forte impacto sensorial. Neste post, falaremos sobre vinhos e as melhores harmonizações com queijos, além de aspectos interessantes como aroma, sabor e outras características. Acompanhe!

Como harmonizar queijos e vinhos

Assim como no ambiente empresarial existem palavras usadas para contextos específicos, por exemplo, no setor de RH é comum a presença de palavras como gestão, remuneração, desempenho, entre outras. Assim como no mundo corporativo, no universo gastronômico também existem diversos termos para orientar o entendimento e as escolhas dos convidados.
A palavra harmonização está entre elas e significa combinar/equilibrar perfeitamente os sabores. Em se tratando de queijos e vinhos, como há diferentes tipos de cada produto, é importante conhecer as características de ambos para chegar aos melhores resultados. Confira!

Tipos de queijos

Há diferentes tipos de queijos caracterizados pelos sabores, texturas e tonalidades. Podemos classificá-los em, pelo menos, 6 tipos diferentes, com alguns exemplos deles:
  • frescos: cottage, ricota e minas frescal;
  • macios: camembert;
  • cremosos: brie;
  • azuis: roquefort e gorgonzola;
  • semiduros: gouda e canastra meia-cura;
  • duros: parmesão e emmental.
Para uma noite de queijos e vinhos, é interessante apostar em, pelo menos, 4 tipos diferentes de queijo.

Tipos de vinhos

Quanto às categorias de vinhos, dentre várias opções estão os:
  • doces;
  • secos;
  • espumantes;
  • brancos;
  • tintos;
  • rosés.

Nomenclaturas

Nas embalagens dos vinhos, normalmente encontramos algumas palavras-chaves que vão apresentar os aspectos das bebidas:
  • tanino: trata-se de uma substância química encontrada nas frutas (cascas, talos, sementes) e em outros organismos vegetais, como a casca do carvalho, por exemplo. Muitos vinhos passam pela fase de maturação dentro de barris de carvalho, algo que influencia no sabor da bebida;
  • aroma: está relacionado à percepção olfativa que se tem do vinho;
  • paladar: é o sabor percebido durante a degustação, que tem relação tanto com o gosto (ácido, amargo, doce, entre outros) quanto com o aroma;
  • corpo: é a “estrutura” do vinho sentida na boca. Se ele é mais encorpado ou não, vai depender do grau alcoólico, dulçor, acidez, etc.;
  • frescor: está relacionado ao nível de acidez;
  • visual: o visual tem a ver com a cor/tonalidade.
Tais descrições, embora sucintas, servem para indicar o quanto trata-se de uma bebida que envolve múltiplos sentidos, daí os motivos de ser tão apreciada.

Harmonização dos queijos e vinhos

Agora que destacamos algumas opções de queijos e vinhos, é hora de conhecer as possíveis combinações entre eles, considerando aspectos como sabores e aromas, bem como os queijos exemplificados acima para cada tipo.
Para os queijos frescos, que contam com sabores mais suaves, o ideal é harmonizar com vinhos brancos secos, de aroma delicado e frutado ou espumantes.
Já os queijos com estrutura macia e os cremosos pedem um acompanhamento de vinho com aroma mais intenso e frutado, podendo ser tinto ou branco.
O sabor marcante dos queijos tipo azul, característicos por serem fortes e picantes, combinam muito bem com os vinhos doces.
Vinhos tintos com pouco tanino, brancos e espumantes são bons acompanhamentos para os queijos semiduros.
Os queijos duros harmonizam bem com vinhos rosés, brancos, espumantes e tintos com pouco tanino.

O sucesso da harmonização de queijos e vinhos

Essa é uma dupla muito apreciada especialmente no inverno. Dessa forma, o sucesso da combinação é reconhecido pela variedade de queijos e vinhos disponíveis para degustação e por terem alto potencial de complementaridade entre eles.
Para acompanhar a dupla em um encontro de degustação, é possível incluir alguns frios, pães, patês, caldos e biscoitos artesanais. Lembrando apenas de optar por sabores que não sejam invasivos.
No caso dos pães e biscoitos artesanais, por exemplo, o ideal é que eles não sejam condimentados para não atrapalharem a harmonização.
Quanto aos patês, milho, atum e/ou frango são boas opções de acompanhamento. Além disso, um caldo verde ou de legumes também ajuda a incrementar a mesa. Para a sobremesa, frutas, mousses e tortas caem muito bem.
Nunca é demais lembrar que é sempre bom beber água ao degustar o vinho. Isso porque, a bebida é altamente diurético e, nesse caso, a água vai ajudar a manter a hidratação em dia.

Kits especiais de vinho da Octo Go

A Octo Go conta com uma assessoria de sommeliers especializados para oferecer uma carta de vinhos com 24 rótulos disponíveis, contemplando uma variedade de vinhos argentinos, chilenos e portugueses.
Aliás, outra nomenclatura importante é a que acabamos de citar. Sommelier é um profissional especializado em vinhos (embora também possa contemplar outras bebidas).
A Octo conta com 3 Kits com vinho, além de opções de cases de vinho personalizados. Os kits são:
  • Vinhos Premium;
  • Vinhos Super Premium;
  • Degustação Vinhos Esporão + Queijos.
Os kits também podem ser personalizados e estão disponíveis para entrega em todo o Brasil, assim como os cases e os vinhos da carta. A equipe de atendimento da Octo acompanha todo o trâmite de entrega na casa de cada colaborador, facilitando a gestão dos eventos corporativos.

Conclusão

Inovar nas ações voltadas para clientes, colaboradores e fornecedores sem dúvida é um grande desafio nas circunstâncias atuais. No entanto, é possível contar com parceiros como a Octo Go para planejar eventos online com atrações, visando criar novas experiências de eventos corporativos durante a pandemia.
Presentear as pessoas, incentivando suas colaborações, celebrando as conquistas coletivas e metas alcançadas é uma forma de reconhecimento muito apreciada e bem-vinda, portanto, vale a pena investir em ações de valorização.
Que tal incrementar esse momento com opções de alto impacto sensorial como os apresentados neste post com combinações de queijos e vinhos? Entre em contato e conheça nosso catálogo!

Deixe uma resposta

Fechar Menu